Páginas

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Estou quase lá... mas ainda não cheguei!

Porque é tão difícil atingir um objetivo?

Parece que estou no caminho certo, mas por que demora tanto?

Sei que há caminhos mais curtos, mas mais perigosos...

 Só quero chegar logo... e aproveitar!


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Um elefante mais leve

Parece que saiu um elefante de cima de mim hoje!

Faz algum tempo que resolvi perder peso. Eu não me reconheço nas fotos que tiro, quando me olho no espelho, me sinto horrível, não sou eu...

Faltava algo pra eu ser feliz, e infelizmente você não podia me dar... Eu achei que eu podia, sozinho, resolver isso, sem te fazer mal... mas me enganei...

Se o mundo fosse perfeito não teria graça, mas se os erros não servissem pra aprendermos a melhorar, não seria justo!

Hoje, com dez quilos a menos, me sinto um pouco melhor, mas ainda não sou eu, ainda falta algo...

faltam perder mais dez quilos, e depois mais cinco, e depois disciplina, nunca mais deixar acontecer novamente...

...se me faz tanto mal, não vou deixar...

Mas o que mais me fez sentir aliviado hoje, foi quando venci meu orgulho, meus medos, minhas fraquezas...

foi quando eu resolvi que quero lutar, que preciso tentar, não posso desistir sem tentar...
acho que mereço uma segunda chance, mas não dependo só de mim.

Estou feliz por ter me superado, por ter sido mais humilde e ter reconhecido que errei, e mais feliz ainda porque estou com vontade de mudar, de melhorar, de ser feliz, de te fazer feliz, mais do que nunca tenho certeza que é isto que eu quero.

E pra quem nunca chorou, uma lágrima tem peso... de um elefante! Deixe ela cair, vai ver como fica tudo mais leve...

Se arrependimento emagrecesse, eu estaria SECO agora!

Não ache que foi de uma hora para outra, que resolvi tudo agora, hoje, sem pensar, sem sofrer, sem ter certeza...

Te quero ao meu lado, mais que nunca! Vou lutar par ser feliz, porque eu mereço, porque vale a pena, porque eu te amo!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Você pratica o verbo amar?



Amar?

Rir?
Doar?

Lutar?
Sorrir?  
Viajar?
Expor?
Privar?
Cuidar?
Buscar?

Ajudar?
Estudar? 
Divertir? 
Entender?
Enfrentar? 
Desculpar?
Incomodar?
Arrepender?
Compartilhar?

Tudo isso citado acima, na hora certa e praticado com moderação, é muito bom.

(e deve ter muito mais coisas boas e chatas, mas necessárias ao amor que eu esqueci)

Amar é cuidar de si sem esquecer do outro? Ou cuidar do outro sem esquecer de si? Pra mim tanto faz, dá no mesmo, cada termo tem sua hora, mas o mais importante é nunca esquecer de cuidar de si e de quem amamos.

Amei, amo, amarei, amava, amaria, e muitas outras formas do verbo "amor", sempre que eu puder, e sempre que houver alguém que retribua, ou não. Afinal de contas, só eu posso sentir meu amor, posso guardar pra mim, mas posso falar pras outras pessoas também, (se eu quiser) afinal, amar a dois é muito melhor!

terça-feira, 28 de maio de 2013

Falando em Inglês?



Is it hard to write in another language?

It depends on what kind of text are you writing. I usually write common words, such ones used for basic communication, at the level of talking. 

One day, earlier this week, I had to write a wording where I should choose the theme of what I would be writing. I felt totally unprepared. I never imagined that was so hard to write something in English, different from what I do every day while talking to my friends.
I began by thinking of something I usually read a lot about, like environmental changes and sustainability. At first it seemed ok for me to write about it, but when I started it seemed that my memory wouldn't help me to remember the words I needed to finish my text. 
I almost started panicking, but instead, I held my breath, started to breath slowly (like one of my friends, who is a psychoanalyst, recommended me doing at these occasions) and then some words I needed to write came to my mind, and finally I could start. But starting was not enough. Again, I needed the words but they weren’t on my mind, I couldn’t remember them. At this point I hadn’t much time left, so I looked on my smart-phone for something that could help me, or I wouldn’t make the text on the time that was left for me to do so. It was a shame, but I had to do it because was very important that I could produce such text.
I don’t want to be unprepared again, so I guess I'm going to start reading books and magazines, as much as possible, for me to be able to write in English, as well as I’m able to do in Portuguese.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Acertei errando

Você é orgulhoso demais para pedir perdão?

Reconhecer os próprios erros é o primeiro passo para tornar-se uma pessoa melhor e mais capaz de realizar seus sonhos. Os que sabem onde erraram é que melhor podem traçar o caminho do acerto. Erre, reconheça, tente novamente, acerte, ou erre novamente, mas, tentando acertar. Se arrependa. Se fez algo errado a alguém, se arrepender somente não adianta, diga que se arrepende e peça perdão de ter errado, e se tiver outra oportunidade tente acertar. Só se arrepender não adianta, pois é preciso dizer que sente muito e que na próxima vez tentará acertar, seja com esta pessoa ou com outra, em uma mesma situação, ou em outra. Uma coisa aprendi assistindo jogos de futebol: quem não chuta para o gol não faz gol, ou seja, quem não tenta alcançar o seu objetivo, nunca o alcançará.

Errei...
...não reconheci ...
...não me arrependi...
...não aprendi...

Errei...
...reconheci...
...não me arrependi...
...não aprendi...

Errei...
...reconheci...
...me arrependi...
...não pedi perdão...
...não aprendi...

Errei...
...reconheci...
...me arrependi...
...pedi perdão...
...aprendi..?

Só vou saber quando eu acertar. Espero estar no caminho...
...certo!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Rumo a mim


...

Escolhi meu caminho
Comecei a engatinhar. 
Conheci você
Juntos começamos a andar. 
Corri na sua frente 
Eu não podia esperar. 
Tropecei no caminho
Sozinho, aprendi a levantar.
Parei pra descansar
Só não vou demorar. 
O mundo dá voltas 
Quem sabe a que lugares vou chegar?

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

O que eu gosto [quem] cada vez mais perto... de mim!

Gosto de gente com a cabeça no lugar,
De conteúdo interno,
Brilho nos olhos e dois pés no chão da realidade.
Gosto de gente que sonha, que ri,
Chora, se emociona e demonstra, seja com uma carta,
Um telefonema, uma canção suave, um bom filme,
Um bom livro, um gesto de carinho, um abraço, um afago.

Gente que ama e curte saudades, gosta de amigos,
Acha bela as flores, ama animais.
Admira paisagens, A Natureza;
Que sabe falar quando precisa,
E sabe escutar sempre.

Gente que tem tempo para sorrir bondade,
Semear perdão, repartir ternuras,
Compartilhar vivências e dar espaço para as emoções dentro de si,
Emoções que fluem naturalmente de dentro de seu ser!

Gente que gosta de fazer as coisas que gosta,
Sem fugir de compromissos difíceis e inadiáveis,
Por mais desgastantes que sejam.

Gente que colhe, orienta, se entende, aconselha,
Busca a verdade e quer sempre aprender,
E que mesmo que não saiba ensinar,
Tenha disposição pra isso se for preciso.

Gente de coração desarmado, sem ódio e preconceitos baratos.
Com muito AMOR dentro de si.
Gente que erra e reconhece, cai e se levanta,
Tirando lições dos erros, que se preocupe em ser uma pessoa melhor

Se você está lendo isso até aqui,
é porque tem grande chance de ser assim
Uma Pessoa que eu gosto muito...
ou que vou gostar!

Quem sou eu

Minha foto
Diadema, São Paulo, Brazil
quem sou eu para falar de mim? A pessoa que melhor me conhece, portanto poderia falar muito, mas vou deixar que este teste de personalidade fale por mim: Características desta pessoa: Sua ética é implacável e ela exige dos outros o mesmo comprometimento. Por isto ela é sempre procurada quando se precisa de pessoas confiáveis e comprometidas. Como é muito amistosa e com iniciativa para alcançar resultados e possui grande capacidade de influência, dificilmente corre de um desafio perdendo pela falta de seletividade e assumindo mais do que deveria. É participativa, auto-confiante, inquisitiva, imaginativa, factual, consistente e um tanto quanto convencional e auto-disciplinada. Atividade, mobilidade, flexibilidade, variedade e ritmo deverão ser, também, características desta pessoa.

Arquivo do blog