Páginas

quarta-feira, 11 de julho de 2007

Coração Partido

É tão bom se apaixonar!
É tão ruim quando sem motivo real isso tem que acabar!
O meu último relacionamento acabou sem eu nem descobrir a causa real.
A pessoa me informou que era para não me magoar, gostava de mim e estava mal porque havia me colocado nessa história.
Foi meio difícil de engolir. Preferia ter ouvido que fiz alguma coisa de errado, que não gostou de algo, que a magoei, qualquer coisa relevante.
A "desculpa" foi que ainda gosta do seu ex e precisa de um tempo para esquece-lo, mas não quer me envolver nisso, pois me magoaria.
Não adiantou nada, me magoou do mesmo jeito! Pedi para ela pensar, para reconsiderar, disse que eu esperava, mas ela disse que não era justo fazer isso comigo. Ótimo, também acho! Mas mesmo assim fiquei mal, senti muita falta, e sei que vou sentir ainda pois é normal sentir falta do que é bom. Essa pessoa ficou com umas atitudes típicas de quem está com sintomas de depressão (conheço bem os sintomas, pois minha mãe já esteve em depressão durante muitos anos).

Na balança dos prós e contras preferi assim, pois eu acho que mereço alguém que me dê mais valor, mais respeito e mais atenção! (Não sou carente, sou insaciável!) Espero que um dia ache essa pessoa, e logo!
Não tenho pressa, prefiro ter cuidado e escolher bem com quem vou ficar à partir de agora. Me envolvo muito rápido e me apego facilmente, sou muito carinhoso e gosto que retribuam!
Enfim, olha eu de coração partido, de novo!

"...Para que me curaste quando estaba herio, se oy me deja de nuevo el corazon partio...
...quiem me vá entregar sus emociones, quiem me va pedir que nunca le abandone,
quem me tapara esta noche se hace frio, quiem me va curar el corazon partio, quien yenara de primaveras este enero, y bajara la luna para que juguemos, dime se tu se vas dime cariño mio, quiem me va curar el corazon partido..."

Me desculpem pelo péssimo espanhol, mas não falo a língua, pretendo um dia aprender.

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Diadema, São Paulo, Brazil
quem sou eu para falar de mim? A pessoa que melhor me conhece, portanto poderia falar muito, mas vou deixar que este teste de personalidade fale por mim: Características desta pessoa: Sua ética é implacável e ela exige dos outros o mesmo comprometimento. Por isto ela é sempre procurada quando se precisa de pessoas confiáveis e comprometidas. Como é muito amistosa e com iniciativa para alcançar resultados e possui grande capacidade de influência, dificilmente corre de um desafio perdendo pela falta de seletividade e assumindo mais do que deveria. É participativa, auto-confiante, inquisitiva, imaginativa, factual, consistente e um tanto quanto convencional e auto-disciplinada. Atividade, mobilidade, flexibilidade, variedade e ritmo deverão ser, também, características desta pessoa.

Arquivo do blog